,

Agiota e mulher são presos com 200 cartões do Programa “Bolsa-Família”. Limpa, Brasil!

035

Após 06 meses de investigação, a Polícia Civil deflagrou  a operação “Essa Bolsa É Minha” resultando na prisão em flagrante delito do cara de pau José Geraldo Santos Almeida, 53 anos e sua companheira Iraildes dos Santos, 30 anos. O casal é acusado da prática de crime contra a economia popular e por reter cartão de benefício para pagamento de dívida, onde ofereciam empréstimo de dinheiro com juros abusivos e retinham os cartões de banco e cartões do Bolsa Família.

A prisão ocorreu no momento em que o casal estava fazendo um saque com cartão magnético do benefício do Bolsa Família na agência da Caixa Econômica Federal do município de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá. O casal já tinha realizado neste mesmo dia saques no Bradesco e Banco do Brasil e tudo foi monitorado pelos policiais civis de Amargosa.

José Geraldo mantinha um escritório no bairro da Catiara, sem qualquer autorização legal, onde eram feitos os empréstimos a juros exorbitantes.

036

No dia do pagamento, os golpistas sacavam o dinheiro, descontava os juros e entregava a vítima o restante do valor. Muitas vítimas estavam presas nesse emaranhado de dívidas há vários anos e não conseguiam se livrar do débito. A maioria das vítimas eram pessoas idosas.

“A agiotagem é prática mesquinha e aproveitadora, onde pessoas abusam da fragilidade e situação de vulnerabilidade de outras pessoas.” argumentou o Delegado Dr. Adilson Freitas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *