,

As ruas vão ferver! Há destruição das contas públicas noutros estados

013

A situação de calamidade na qual mergulhou o Rio de Janeiro poderá se repetir em outros estados mais cedo do que se imagina. A destruição das contas públicas de várias unidades da Federação foi tamanha que não há como ver uma solução rápida no fim do túnel. Muito pelo contrário. Resolver os gravíssimos problemas levará tempo e será muito doloroso. Nada, porém, do que está ocorrendo deve ser visto como surpresa. É o resultado da farra que marcou as administrações estaduais, que conjugou ineficiência, má gestão, corrupção, privilégios exacerbados e descaso com a opinião pública.

O mais impressionante é que o descalabro das contas estaduais foi sendo construído sem que nenhuma autoridade do governo federal, do Legislativo e do Judiciário se levantasse contra os desmandos. A complacência foi geral. Protegidos por essa cegueira conveniente, governadores — uns mais outros menos — se acharam no direito de tratar a coisa pública como a casa da mãe Joana.

Os chefes do Executivo do Rio, sem exceção, foram além de todos os limites. Não por acaso, o estado faliu e está empurrando toda a responsabilidade para uma solução à população em geral e aos servidores em particular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *