,

BNDES: fomos roubados secretamente por Cuba e Angola. Juntos levaram R$ 870 milhões

019

O novo gestor do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES) confirmou que durante o governo de Lula e Dilma o banco emprestou secretamente aos países de Cuba e Angola nada mais, nada menos, que US$ 870 milhões sendo que esse valor ainda não teve seu destino devidamente esclarecido.

“Os contratos são sujeitos a cláusulas do país de destino. Estão sujeitos a um tratado ou a uma disposição soberana do país beneficiado por uma exportação”, afirmou Coutinho durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.
O Jornal Folha havia revelado em abril que o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fer­­nando Pimentel, havia tornado secretos os documentos sobre os empréstimos às duas nações pelo BNDES – o que não ocorreu com outras 13 nações beneficiadas por financiamentos do banco estatal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *