,

Doze malas da Polícia Legislativa foram apreendidas. A PF vai saber se faziam arapongagem

politica

Quando as viaturas da Polícia Federal perfilaram a alameda de acesso ao Senado Federal, lá dentro foi um corre-corre de louco. Na verdade ninguém sabia ao certo o alvo das investigações.

Por volta das 06:00 horas da manhã os agentes adentraram ao prédio e foram direto as salas da Polícia Legislativa e o comando principal. Um delegado e dois agentes revistaram os lugares. Lá encontraram diversos equipamentos utilizados para espionagem e varredura de escutas.

Doze malas foram recolhidos, pen drives e equipamentos realizados para fazerem varreduras ambientais.

Há forte suspeita que possa ter sido realizadas escutas telefônicas de profissionais que estejam atuando na operação Lava Jato e até lideranças que atuam em movimentos e organizações de combate à corrupção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *