,

Fraude no Bolsa-Família está devidamente comprovada e aponta formação de quadrilha

012

O Ministério Público Federal (MPF) em seu árduo trabalho de investigação do maior programa social do país encontrou, desta vez, mais de 870 mil beneficiários do programa Bolsa Família  envolvidos em irregularidades. Eles são suspeitos de não cumprir os requisitos econômicos estabelecidos pelo governo federal para recebimento do benefício.

Segundo o Raio-X Bolsa Família, projeto de iniciativa do MPF, de 2013 a maio de 2016, os pagamentos a ‘perfis suspeitos’ de irregularidades totalizam mais de R$ 3,3 bilhões.  O valor pago a perfis suspeitos foram os seguintes: R$ 2,03 bilhões  a empresários; R$ 1,23 bilhões a servidores públicos com clã familiar de até quatro pessoas; R$ 25,97 milhões pagos a beneficiários falecidos; R$ 11,89 milhões a doadores de campanhas que doaram valores superiores ao benefício recebido; R$ 11,48 milhões a servidores públicos doadores de campanha (independentemente do valor da doação).

O Raio-X Bolsa Família é uma ação nacional coordenada pelas Câmaras Criminal e de Combate à Corrupção do MPF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *