,

Juiz manda cortar água, luz e comida para desocupar escola. Quem curte, compartilha!

015

A ocupação de escolas por estudantes desocupados já causa um prejuízo enorme ao país. Cansados de apelar para justiça quem não é adepto está mudando de cidade. Para tentar resolver o problema um juiz tomou uma decisão inédita.

“Não é tortura. Era para o convencimento dos estudantes” disse a ÉPOCA o juiz da Vara da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, Alex Costa de Oliveira, sobre a decisão em que autorizou o corte de água, energia e gás e o uso de instrumentos sonoros contínuos para impedir o sono dos alunos de uma escola ocupada no Distrito Federal.

Segundo a decisão, de 30 de outubro, que viralizou nas redes sociais, a polícia poderia ainda impedir o acesso de terceiros, em especial parentes e conhecidos dos alunos, e de alimentos no Centro de Ensino Ave Branca de Taguatinga, bairro de Brasília.

A Polícia Militar foi acionada para fazer a desocupação na manhã desta terça-feira (1º).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *