,

Lula sofrerá ação coletiva por danos morais dos brasileiros desempregados

005

O ex-presidente Lula investigado pela força-tarefa da Operação Lava Jato, a maior operação de combate à corrupção já realizada no Brasil, decidiu entrar na Justiça contra seu “companheiro de lutas” Delcídio do Amaral.

Delcídio firmou, voluntariamente, acordo de delação premiada com a Justiça Federal ocasião que narrou os fatos sobre desvio de dinheiro público envolvendo a pessoa do ex-presidente Lula. Por sua vez, na tentativa de fugir das acusações, o petista investigado recorreu à Justiça pedindo R$ 1,5 milhão em indenização por danos morais.

A Associação dos Desempregados Brasileiros decidiu que seguirá a linha de pensamento do ex-presidente Lula para impetrar contra ele e a ex-presidente Dilma Rousseff uma ação coletiva por danos morais causados pelos atos de irresponsabilidade frente ao Governo Federal. No entendimento de um dos representantes existem milhares de pessoas desempregadas que eram ligadas de forma indireta as empresas públicas afetadas pela má gestão de ambos.

No Brasil, atualmente, são mais de 12 milhões de desempregados por conta da crise econômica que foi criada principalmente pelos atos e decisões sob o comando de Lula e Dilma Rousseff, os mandatários da economia brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *