,

Mata mulher e filha, depois casa com homem em presídio e é homenageado pela imprensa

003

Após matar com requintes de crueldade a própria mulher e a sua filha, em Poços de Caldas, estado e Minas Gerais, o jovem Marco Francisco Pedrino disse a polícia que cometeu a atrocidade por ordem de um pai de santo com quem mantinha relações sexuais fazia dois anos.

O crime deixou a cidade em choque. Marcos colocou os corpos das duas mulheres sobre o colchão, já sem vida, e foi tranquilamente até a Delegacia confessar o assassinato.

Agora tanto o assassino como seu comparsa, conhecido por Matias, casaram dentro do presídio e foram reverenciados pela imprensa local que deu destaque ao casamento homoafetivo. Ambos ainda serão homenageados com uma estátua que será colocada em um dos principais pontos turísticos da cidade, a #Fontedos Amores.

O Brasil vive um momento crítico onde as leis são desrespeitadas e a vida vale menos que 1 real.

A direção do presídio ainda comemorou o gesto dos assassinos dizendo que a atitude contribuiu para a melhoria do comportamento dos demais detentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *