,

ONU desmente Lula e diz que ele deveria estar preso para acabar com a corrupção no Brasil

006

Não durou nem um dia para se constatar que, tal como seu cliente – que se ufana de ser a “viva alma mais honesta deste país” ao mesmo tempo em que se avolumam os processos contra ele por corrupção, etc. – os advogados de Lula descarada-mentem: a ONU não admitiu coisa nenhuma a queixa, apenas a registrou, como faz com 95% dos casos que chegam à suja Comissão de Direitos Humanos. Um pedido de esclarecimento foi enviado ao governo brasileiro, e isso também faz parte do protocolo. Qualquer decisão da entidade sobre a admissibilidade ou não da queixa, se vier a ser tomada, somente ocorrerá no ano que vem ou ainda em 2018.

Portanto, não vai ter como Lula obter em tempo hábil o aval da ONU à tese mentirosa de que é um “perseguido político”: até a decisão da entidade, que não tem como ser a seu favor, já que ele é processado de acordo com o ordenamento jurídico, ele – na melhor das hipóteses – terá sido condenado pelos crimes pelos quais responde.

Portanto, aproveite enquanto é tempo, fuja, “viva alma mais honesta deste país”. Vá se juntar no Uruguai ao filhinho que usou como laranja para receber propina pela edição de medidas provisórias…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *