,

Papa Francisco entra na guerra contra a ideologia de gênero: “É horrível ensinar isso as crianças”

013

O Papa Francisco criticou escolas que ensinam liberdade de gênero em uma reunião a portas fechadas com bispos na Polônia durante sua recente viagem ao país europeu. Uma transcrição da reunião foi divulgada nesta terça-feira pelo Vaticano.

“Hoje, as escolas ensinam para as crianças – para as crianças! – que qualquer um pode escolher seu gênero”, disse o líder da igreja.

Sem especificar, o Papa culpou livros didáticos fornecidos por “pessoas e instituições que doam dinheiro”. Francisco criticou o ensino da liberdade de gênero, que chamou de “colonização ideológica” apoiada por “países muito influentes”, sem entretanto dizer quais.

“Um dos casos dessa colonização é – digo claramente com todas as letras – o gênero”, disse o Papa aos bispos poloneses.

Segundo Francisco, ensinar crianças que elas podem escolher o gênero é “terrível”.

O líder da Igreja afirmou também que discutiu o assunto com o Papa Emérito Bento XVI, que renunciou ao cargo em 2013.

“Conversando com o Papa Bento, que está bem e com a mente clara, ele me disse: ‘Santidade, isso é a época do pecado contra Deus, O Criador, ele é inteligente! Deus fez o homem e a mulher, Deus fez o mundo deste jeito, deste jeito, deste jeito e nós estamos fazendo o contrário”.

A reunião com os bispos ocorreu na visita de semana passada do Pontífice à Polônia, que recebeu a Jornada Mundial da Juventude. O evento serve para aproximar jovens católicos de todo o mundo e a Igreja.

Também nesta terça-feira, visando ampliar a participação das mulheres na Igreja Católica, o Papa Francisco criou uma comissão para estudar o diaconato de mulheres, informou o boletim diário do Vaticano. O arcebispo Luis Francisco Ladaria Ferrer foi indicado para presidir o grupo, que será composto por outros seis homens e seis mulheres de instituições acadêmicas. Diáconos são auxiliares de bispos e padres, mas podem realizar cerimônias como batizados e casamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *