,

Policiais gravam conversa pesada entre parentes de Sérgio Cabral. O bicho pegou!

008

Conversas gravadas pela Polícia Federal na última quinta (17), mostram parentes de Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo preocupados com as investigações. O grampo revela um diálogo entre Fanny Maia, tia de Adriana,  e seu marido, Ricardo Maia.

Os dois debatem a situação de Rodrigo Silva Ferreira dos Santos, primo de Adriana. Ele é ex-chefe de gabinete  de Sérgio Cortes, secretário de Saúde durante o governo de Cabral. Rodrigo, que é fisioterapeuta, hoje é é vice-presidente do Detran do Rio.

A primeira parte da conversa leva a crer que Rodrigo promoveu uma ocultação de provas.

Fanny: Lembra que eu te falei que o Rodrigo estava lá na casa dele na semana passada.

Ricardo: Aham!

Fanny: Né, aí ele me falou, não, eu fui levar um negócio lá que ele me pediu, ai estavam lá os advogados dele, mas depois ele mandou que eu levasse de volta, que não era para ficar nada lá.

Em seguida, o casal discorre sobre o avanço das investigações para outras secretarias de Cabral. E mostra preocupação:

Fanny: Ele falou que não está preocupado agora não, com isso, porque ainda estão mexendo só com Obras.

Ricardo: É, não mexeram com a Saúde, na hora que…, se mexerem com a Saúde, é que vai ser…

Fanny: A Rachel, uma das coisas que a Rachel estava morrendo de medo, porque ele ficou várias vezes à frente, né, sendo né, o Secretário, né?!

Fanny ainda revela receio de que os grampos tenham chegado até ela:

Fanny: Ainda bem que ele não deixou a gente participar de nada, né, Ricardo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *